icone Linkedinicone Facebookicone Instagramicone youtube

POWERCOAT: Inovação e Sustentabilidade em Tratamentos de Superfície


Aplicadores 27 de maio de 2024 | Por: Portal TS
POWERCOAT: Inovação e Sustentabilidade em Tratamentos de Superfície

Com uma história diferenciada, oriunda da excelência, a empresa conquistou o mercado, ultrapassando fronteiras e segmentos, tornando-se uma das maiores companhias do setor.

Diferentemente de muitas outras empresas, a criação da Powercoat ocorreu por sua excelência de trabalho oferecido por sua empresa-mãe à montadora Fiat. Quem conta essa história singular é o engenheiro Luiz Humberto C. Melo, vice-presidente do Grupo Powercoat. "No ano de 1995, a empresa Colauto era fornecedora de massas de PVC para Fiat Automóveis. A Colauto era uma empresa de destaque na qualidade e pontualidade em seus produtos, e por ter recebido o reconhecimento, por 5 vezes, como uma das melhores fornecedoras para Fiat Automóveis foi convidada por eles para participar de um novo business: a pintura de peças de reposição do Grupo Fiat através do sistema E-coat/KTL. Assim, no dia 15/08/1996 foi criada a empresa Colauto Pinturas", detalha.

Encarando os desafios, que não foram poucos, uma das primeiras atitudes foi a importação de um equipamento alemão para iniciar o processo de pintura E-coat/KTL; já a segunda foi a própria adição de Luiz Humberto C. Melo à empresa, primeiro como consultor para viabilizar o novo processo, e seis meses depois de forma definitiva, como administrador geral. De lá para cá, são 27 anos de trabalho na companhia, e de peças aplicadas, atualmente, o grupo realiza tratamento de superfície em cerca de 2,5 milhões de peças por mês!

Iniciando com o nome de Colauto Pinturas, logo sobreveio a mudança. “O Grupo Powercoat tinha o objetivo de ser a melhor e maior empresa no segmento de pintura E-coat/KTL, tanto que chegamos a ser a maior em volumes pintados no Brasil e a quarta mundialmente. Para este objetivo deveríamos ter um nome que representasse essa força. Após várias sugestões, inclusive dos próprios funcionários, foi escolhido o nome Powercoat. Assim, em 16/01/2003 foi criado o Grupo Powercoat e nos tornamos uma empresa especializada em pintura para atender o mercado globalmente”, conta Luiz H. C. Melo.

Unidades Brasil afora

A excelência no oferecimento de seus serviços fez com que a empresa rapidamente ampliasse suas estruturas para além da primeira fábrica, em Betim, MG. Hoje ela já conta com unidades Brasil afora. “O sucesso da planta e a visibilidade da empresa no mercado favoreceu a implantação de novas plantas, sendo a segunda planta em Taubaté, SP, no complexo Volkswagen; terceira planta em São Bernardo do Campo, SP, para atender a Ford, Honda e Hyundai e seus fornecedores; quarta planta em Camaçari, BA, para atender a Ford e seus fornecedores; e a quinta planta em Goiana, PE; para atender a Stellantis – Jeep e seus fornecedores”, diz o executivo.

Agora a Powercoat se prepara para inaugurar uma nova, e uma de suas maiores plantas, ainda este ano. Como se observa, a companhia não foi afetada pelos desafios econômicos que ocorreram ao longo de suas quase três décadas de existência. “Em todas as crises nacionais, a Powercoat continuou com seu crescimento produtivo”, explica Melo.

Ultrapassando adversidades

Contudo, mesmo com seu contínuo desenvolvimento, não significa dizer que a companhia não passou por adversidades ao longo de sua história, como detalha o seu vice-presidente: “Para toda empresa que inicia no mercado, o grande desafio é a concorrência. Neste quesito, nossa vantagem foi termos iniciado fornecendo diretamente para montadora. Portanto, nosso maior desafio foi atender, desde o primeiro dia, o nível de qualidade conforme as normas do cliente, lead time e custos satisfatórios para atender dentro desses padrões. Outro grande desafio é conquistar um cliente. Nosso objetivo não é somente executar o serviço dentro dos padrões de aceitação do cliente. Nosso objetivo principal é entender do cliente qual é seu maior problema, sua maior dificuldade em ser atendido conforme sua necessidade, tais como, qualidade, prazo de entrega, facilidade em comunicação e preços justos”.

Desde o início tendo de se enquadrar nas rígidas regras de qualidade e exigência de processos e produtos direcionados a montadoras trouxe vantagens competitivas para a empresa, diferenciais essenciais para o seu progresso, pois a empresa necessitou, continuamente, investir em P&D. “A Powercoat tem um departamento corporativo de engenharia e desenvolvimento com engenheiros especialistas em gestão de processos. Estamos continuamente pesquisando alternativas no mercado para melhor atender nossos clientes. Nossas linhas de produção estão sempre com as últimas gerações de produtos homologados para as montadoras. A equipe de desenvolvimento Powercoat trabalha com objetivo de melhorias para aumentar a eficiência, produtividade nas linhas e nos dispositivos, procurando produtos de maior penetração para cavidades e propiciar uma maior resistência à corrosão, atendendo as mais rígidas normas do mercado”, conta o executivo.

O vice-presidente destaca também a importância de parcerias para realizar serviços de excelência: “Nenhuma empresa na área industrial de pintura terá sucesso se não tiver parceiros na área de pré-tratamento, tintas, equipamentos, tais como bombas, células de diálise, membranas de ultrafiltração e outros componentes de manutenção. Além disso, temos uma equipe de fabricação de equipamentos para satisfazer nossas necessidades técnicas, onde sabemos o que é melhor para manter nosso know how. Essas parcerias evitam transtornos, com maior disponibilidade dos equipamentos para produção”, enfatiza.

Novos negócios

Para finalizar, como não poderia ser diferente, a sustentabilidade é um dos valores centrais da empresa. Inclusive, essa preocupação e atuação focada na não geração de resíduos acabou virando um novo serviço oferecido pela Powercoat, como explica Melo: “Possuímos um equipamento de decapagem ecológica e autossustentável; não geramos resíduos Classe I para o meio ambiente. Nosso equipamento reduz a carga de resíduo Classe I em 96%, os 4% que restam viram cinzas e passam a ser classificados como classe II. Além disso, esses 4% retornam para o equipamento, caracterizando um sistema ecologicamente correto. Com esse equipamento, a Powercoat presta serviços para empresas que têm necessidade de limpar seus dispositivos de resíduos perigosos Classe I de várias áreas produtivas, como de pintura, fosfatos e outras. Esse processo evita utilização de aterros e coprocessamento para resíduos Classe I. Além de reduzir custos do gerador, é a maneira sustentável e correta de eliminar os contaminantes”.

O foco em sustentabilidade passa até mesmo pelo departamento de compras da empresa: “Fazemos compras sustentáveis, de empresas mais perto de nossas unidades e de empresas com certificados de sustentabilidade. Nosso departamento de compras passa por treinamentos e conceitos de sustentabilidade para definir nossos fornecedores”, destaca.

Como se observa, a história da Powercoat é um testemunho do poder da dedicação, pesquisa, qualidade e sustentabilidade. À medida que a empresa se prepara para inaugurar uma de suas maiores plantas no interior de São Paulo, seu legado de excelência e comprometimento com a melhoria contínua promete continuar moldando o futuro do tratamento de superfícies.

Notícias relacionadas

Este site usa cookies do Google para fornecer serviços e analisar tráfego.Saiba mais.